0

Carregamento total do PlayStation 4 chega a 102.8 milhões de unidades.

Como parte de seu relatório fiscal sobre o Q2 do corrente ano fiscal (período entre 1º de Julho e 30 de Setembro) a Sony confirmou que despachou mais 2.8 milhões de PlayStation 4’s nos três meses do período, levando o carregamento total despachado ao número de 102.8M de consoles despachados, o que torna o PS4 o segundo console de mesa com o maior carregamento total da história, atrás apenas do PlayStation 2 com 155 milhões.

O número de 2.8 milhões entre Julho e Setembro de 2019 representa uma queda em relação ao mesmo período em 2018, quando foram despachados 3.9 milhões de consoles. Algumas razões para explicar a queda são a menor demanda do console em 2019, algo natural no ponto de final de geração, principalmente quando já existem anúncios oficiais sobre o lançamento do seu sucessor, o PlayStation 5, e também acredito que para bater o número de 100 milhões de consoles no último período do ano fiscal (entre Março e Junho) a Sony pode ter feito um leve overshipping nos consoles. Nos próximos seis meses do ano fiscal que termina em 31 de Março de 2019, a Sony esperar despachar mais 7.5 milhões de PS4’s, o que botaria o carregamento total ao fim do período em 110.3 milhões.

Houve também uma queda no número de software vendidos para a plataforma no período (61.3 milhões em Q2 2019 contra 75.1 milhões em Q2 2018) mas as fatia digital da venda de jogos na plataforma cresceu de 28% para 37% YoY. Com esses números a quantidade total de software vendido na plataforma chegou a 1 bilhão e 67 milhões.

Fonte: Sony Global FY2019 Q2 Earnings – Supplemental Information for the Consolidated Financial Results

Foram divulgados também novos números dos serviços de assinatura na plataforma PlayStation. O número de assinantes do PlayStation Plus chegou a 36.9 milhões, número recorde para o serviço, enquanto o PS Now passou de 1 milhão de assinantes, um crescimento de 43% em relação aos números divulgados em Maio deste ano, com certeza fruto das mudanças recentes que tornaram o serviço bem mais atraente.

Fonte: Sony Global FY2019 Q2 Earnings Announcements – Supplemental Information for the Consolidated Financial Results

No seu webcast, a diretoria comentou alguns assuntos relacionados a estratégia a médio e longo prazo da plataforma PlayStation. Alguns pontos tocados foram reforçar ainda mais a produção de conteúdo e IP’s first-party, mencionando a aquisição da Insomniac Games anunciada em Agosto deste ano como um exemplo, e citando a possibilidade de mais aquisições no futuro, realizar uma transição suave entre as gerações, aumentar a presença de serviços como o PlayStation Now e diminuição de custos operacionais, evidenciado pelo fechamento do PlayStation Vue, serviço de streaming de TV ao vivo.


Fonte: Sony Global Investor Relations Portal