Reloading #042 – Melhores do Ano: 2015


reloading-42

Nesse episódio, Bruno Carvalho, Edu Aurrai e Felipe Mesquita falaram sobre os grandes jogos de 2015, elegendo o Melhor dentre eles e distribuindo uma série de outros prêmios com o estilo Reloading de ser.

Duração:  98 min

 

Envie seus e-mails com sugestões, críticas e comentários para ouvinte@reloading.com.br

Siga o Reloading no Twitter @reloadingbr

Curta nossa página no Facebook http://facebook.com/reloadingbr

Assine o nosso Feed http://feeds.feedburner.com/reloadingBR

Ou no iTuneshttps://itunes.apple.com/br/podcast/reloading-atualize-se-gamer!/id991994199?mt=2

Problemas para localizar o Reloading no seu aplicativo de podcasts? Em vez de buscar pelo nome tente usar o link no campo de busca => http://feeds.feedburner.com/reloadingBR

 

Compartilhe:
  • Dcnauta Marvete

    Muito bom descobrir o Reloading em 2015. Parabéns, pessoal! E que 2016 seja melhor ainda.

  • Felipe Reis Oliveira

    Trilha de fundo do Chrono Trigger as vezes me fez perder o foco na conversa. é muito foda!

  • brunomonte

    Queria dizer que vocês foram o melhor podcast que surgiu em 2015. Queria dar uma sugestão, para variar um pouco ou nos temas ou nos comentários, porque parece que todo programa repetem várias coisas. Outra é uma dúvida, vcs tem uma preferencia maior com a microsoft, ok lógico que vcs reconhecem o feito da sony com as vendas e tudo, mas é que fica parecendo isso mesmo, por exemplo

    “Ah PS4 ta ganhando no grito”. Pessoal ta comprando os mesmos consoles dos amigos, simples, se a maioria tem PS4 então é isso que ocorre. Alem disso,
    com tanto jogo 3rd party, grande os exclusivos não ia causar tanto
    impacto. Falaram tanto que o Xone era o console do final de 2015 porque tinha vários exclusivos, mas o que vendeu msm o final de ano foi Fallout e outros jogos 3rd party.

  • Jeovane 13

    Quero que o RELOADING se consolide cada vez mais e nós ouvintes com esse programa que nos deixa atualizado nas últimas informações do universo gamer.

  • Mateus F. Zanatta

    Apesar das poucas vendas no lançamento, junto com fallout 4, parece que Rise of the tomb raider não tá tão mal das pernas assim. Pelo jeito o pessoal só esperou pra comprar depois, pelo menos segundo dados da MS, lembrando que o vgchartz sempre está desatualizado algumas semanas.

    Segundo essa notícia do xbox wire, cada título exclusivo deles nesse fim de ano (halo 5, forza 6, rise of the tomb raider, gears ultimate) vendeu mais de 1 milhão de cópias. O artigo não diz se são apenas as físicas ou as digitais também. Eu mesmo comprei nas promoções de natal.

    O resto do artigo é meio que propaganda para os acionistas, mas vale pelos dados dos jogos. Resta esperar pela atualização do vgchartz para a primeira semana de janeiro para ver se os dados batem.

    http://news.xbox.com/2016/01/04/greatest-games-extends-to-2016/

  • Lissandro

    Oi galera, eu e alguns amigos queremos começar um podcast, mas estamos com algumas dúvidas, especialmente no quesito microfone: é preciso comprar um profissional? o som de um mic “de pobre” fica uito ruim e diferente dos profissionais? Quais vocês usam? Valeu e ótimo 2016 pra toda a galera 😀

  • Marcelo

    Não consigo baixar o episódio 001, aconteceu algum problema?

    • Auridian

      Já experimentou clicar com o botão direito no texto link

      Abrir em uma nova janela

      e selecionar Salvar o link como…?

      É, não tá funcionando mesmo de forma alguma. Tentei aqui.

  • SmokeE3 .

    Não entendo como vcs podem considerar tanto o Evolve como um fracasso. No meu ponto de vista, o jogo já tinha mostrado o que ele seria desde seu anúncio, 4 jogadores contra 1 jogador. Pra mim, aí já era a decepção, não era nada do que se espera desse estúdio. Mas quando lançaram a demo, mostrou que o jogo não era tão decepcionante, havia algo bom em um combate 4×1. Prevejo que será a mesma coisa esse ano com Street fighter 5, as pessoas vão dizer “que decepção, comprei o jogo esperando uns 30 personagens, mas só tem 16…”

    • Auridian

      Já experimentou clicar com o botão direito no texto link

      Abrir em uma nova janela

      e selecionar Salvar o link como…?

      É, não tá funcionando mesmo de forma alguma. Tentei aqui.

      Acabei respondendo a pessoa errada, e o disqus não permite apagar o post. kkk

      • SmokeE3 .

        Acho que dá de apagar, Aqui no canto tem um “-” e depois tem uma seta pra baixo, ali tem delete. (te ajudando já que ajudou o outro cara :P)

        • Auridian

          Valeu ae brother. Não sabia, esse disqus tem muita coisa escondida.

  • Robson Gonçalves

    Chegando atrasadissimo… ouvindo o Cast pra compensar!

  • Luciano Bullock

    Finalmente fui jogar o Sonic Generations hoje e achei o jogo muito colorido (o Izzy deve gostar), tem horas que é difícil distinguir o inimigo no cenário.

  • Jaime Nunes

    Quanto a trilha, adorei a trilha de life is strange mas não acho muito justo um jogo com trilha licenciada ser a melhor, claro que o trabalho de encaixar a música certa no momento certo é importante, mas sei lá pra mim é um trabalho muito maior criar uma trilha original que faça sentido com os momentos do jogo, então vou com o Edu e fico com o Ori por ser trilha original.

  • JamianGold

    O ano que passou realizou um sonho de infância.

    Antes de mais nada, sei que está longe de ser um jogo tecnicamente ótimo para o ano de 2015, mas foi algo que mexeu forte com minhas emoções e por isso, eu preciso abandonar o meu lado gamer para mencionar Cavaleiros do Zodíaco: Alma dos Soldados.

    Pelo meu perfil fake, já fica claro a minha paixão (eu diria que é o meu Star Wars). Na infância não tive acesso aos poucos jogos que existiam da série e, como um fã de jogos de luta, eu sonhava em poder jogar um jogo dos cavaleiros.

    Pela primeira vez, além de ser possível jogar com todos os personagens das três principais sagas clássica, os caras me entregam um jogo totalmente dublado com as vozes originais T.T

    Eu juro, nunca me arrepiei com tanta frequência e com espaços tão curtos de tempo, ao ouvir pequenos trechos de uma dublagem.

  • Luciano Bullock

    finalmente uma capa bonita hehe

  • https://www.facebook.com/junior.itikawa Junior Itikawa

    Só Chrono Triger … É isso produção ??
    Não que seja ruim :v

  • Wilton Pahim

    Bem Vindos a 2016 meu caros amigos do Reloading!

    Agradeço de coração pelo ótimo trabalho que vocês realizaram em 2015, com toda a prestação de serviço e qualidade voltado para todos nós: Gamers de Coração!

    Muito bacana o último programa do ano, e muito bem colocado não só a lista de melhores games do ano como também cada ponto de visto dos membros do cast. Ótimos pontos de vista acompanhado do bom humor de sempre, pra encerrar o ano com chave de ouro.

    Vou deixar Top 5 de melhores do ano, baseado nos únicos 5 games lançados em 2015 que eu joguei é claro:

    The Witcher 3: Wild Hunt
    Batman: Arkham Knight
    Rocket League
    Mad Max
    Mortal Kombat X

    Apenas para constar, irei compartilhar o programa de vocês mais uma vez (e com muito prazer) pelo Facebook, mas como não tenho nenhum console da plataforma Xbox peço que não me incluam no sorteio do game ou sorteiem novamente para outro ouvinte caso eu seja agraciado. Acho muito bom e importante compartilhar com todos esse programa de qualidade, mas não quero tirar a oportunidade de quem pode realmente aproveitar o prêmio.

    Desejo um ano de muitas conquistas, alegrias e sucesso para todos nós (eu, vocês e os ouvintes) e nós vemos na semana que vem. Abraços a todos!

    Valeu!

  • Auridian

    Infelizmente teve muito jogo que foi lançado no PC com preços absurdos, fora o valor da season pass, que não entregaram uma experiência completa para o jogador. Eu espero que o consumidor brasileiro se respeite mais nesse ano, se não jogo no Brasil vai ser equivalente a vendas de carro aqui.

  • Humberto Nascimento

    Cast muito bom. Só que de novo acho uma pena o FF Type-0 ser tratado com tanto descaso, apesar dele ter seus problemas ele é um jogo fantástico.

    Para mim os melhores do Ano foram: TW3, MGS V, Tales of Zesteria, Ori and the blind Florest e o Remaster do FF Type-0

  • Caiometal

    Acho que o ano da Nintendo foi bem. Peguei Kirby and the Rainbow Course, Runbow, Splatoon, Fatal Frame 5, Yoshi Wooly World, Super Mario Maker, Typoman, Fast Racing Neo e Xenoblade Chronicles X. Além das dlcs de Mario Kart 8 e de Smash Bros que tive quase 300 horas e 500 horas respectivamente desde 2014.

    No PS4 peguei The Witchter 3, Batman Arkham Knight, Assassin’s Creed Sindycate, Until Dawn, Mortal Kombat X, Resident Evil Revelations 2 e Life is Strange. Ano que vem devo pegar mais jogos do PS4 já que nesse ano alguns jogos não me interessaram.

    No Pc joguei Undertale e Chroma Squad.

    Minha lista dos 10 melhores que joguei foi essa: Splatoon, Super Mario Maker, Xenoblade Chronicles X, The Witchter 3, Batman Arkham Knight, Undertale, Assassin’s Creed Sindycate, Yoshi Wooly World, Life is Strange e Resident Evil Revelations 2.

    E concordo com o Felipe quando ele diz que Life is Strange não é indie. Ainda mais sendo feito pela dontnod que fez o Remember Me.

  • http://www.juizcachorro.com/ Roberto Rezende

    Baixando aqui, aproveito para compartilhar meu texto de jogos de 2015, uma tradição anual minha

    https://m.facebook.com/photo.php?fbid=1231968746820213&id=100000212997162&set=rpd.100000212997162&source=49&ref=bookmarks