Nidhogg 2 (PC, PS4)

Nidhogg 2
Data de lançamento: 15 de Agosto de 2017
Desenvolvedora: Messhof
Publisher: Messhof
Plataformas: PC, Mac, PS4
Preço: U$14,99

Quando foi anunciado em Setembro do ano passado, Nidhogg 2 foi recebido com olhares tortos devido ao novo visual dos personagens. Muitos acharam o design grotesco e que ele havia perdido muito da identidade do jogo original. Essas pessoas esqueceram que na verdade o que faz Nidhogg único, é seu gameplay.

Diferença do visual de Nidhogg ”1” pra Nidhogg 2

No original,  além do visual minimalista, as mecânicas também eram bem simples. Dois personagens armados com espadas, um botão de ataque e outro de pulo, três posicionamentos possíveis de ataque, e o objetivo de matar seu adversário múltiplas vezes para se progredir lateralmente e chegar ao final da arena, assim saindo vencedor no embate. Em Nidhogg 2, a base é a mesma, porém novas variáveis foram adicionadas.

Na sequencia, existem novas armas. Uma adaga, dois tipos diferentes de espadas e até um arco e flecha podem ser dados aos jogadores em cada respawn. As peculiaridades de cada uma das armas dão um pouco mais de profundidade na estratégia de combate mas ainda conseguem manter aquela mentalidade de ser fácil e acessível pra qualquer um jogar, mas extremamente difícil de dominar por completo. Os ataques corpo a corpo como a voadora e a rasteira (que podem ser usada também quando se está armado) e a possibilidade de arremessar as suas armas também estão presentes.

Além da quantidade maior de fases, existem também mais variações no design de cenário que influenciam no gameplay. Uma fase por exemplo tem um grama alta que dificulta a visualização dos personagens (bem parecido com uma das fases de Nidhogg ”1”), outra tem uma esteira e um triturador ”de carne” ao fim pra pegar de surpresa os jogadores mais dístraidos. Além disso as fases agora são maiores, contando com três ”telas” pra cada lado ao invés de duas.

Artisticamente o jogo é atraente apesar dos personagens esquisitos. As fases e os cenários de fundo são belíssimos e tudo com uma boa qualidade de animação. A trilha sonora e os efeitos de som também são de ótima qualidade.

Nidhogg 2 pode ser jogado basicamente de três formas diferentes. O jogo tem um modo arcade, que são embates contra a inteligencia artificial do jogo, passando por todas as oito fases disponíveis no game, um modo multiplayer local, que pode ser tanto um 1v1 como um um torneio para 3 a 8 jogadores, ou multiplayer online, rankeado ou não.

O modo arcade é uma alternativa competente pra quem quiser jogar sozinho, mas as vezes é possível dar uma ”roubada” devido a inteligencia artificial do jogo fazer decisões bem questionáveis de tempos em tempos. Funciona e é divertido por algumas jogadas, mas vai pouco além disso.

No multiplayer local é que o DNA de Nidhogg brilha. A tensão social que a loucura do combate gera é a marca registrada aqui e existem poucos jogos que criam esse tipo de intensidade e diversão entre amigos. Jogando localmente é possível estabelecer algumas regras extras, incluindo adicionar modificadores como gravidade reduzida, morte súbita, ou apenas mortes oriundas de arremessos. Esses modificadores ajudam a manter vivo o desejo de jogar com seus amigos mais uma vez pra ver o resultado dessa disputa insana. É basicamente o mesmo tipo de experiencia obtida com Nidhogg ”1”, porém com uma variedade maior de situações inusitadas.

Infelizmente não consegui jogar online, não sei se porque os servidores ainda não estão abertos ou se por estar jogando antes do lançamento oficial, estava difícil achar uma partida.

VEREDITO

Apesar das mudanças visuais drásticas, Nidhogg 2 não se distancia do que fez o gameplay do primeiro jogo ser bastante celebrado. As mudanças não são abundantes, mas melhoram o pacote da experiencia básica de Nidhogg adicionando variáveis interessantes no combate. O jogo não oferece tanto pra quem prefere jogar sozinho, mas assim como seu antecessor, Nidhogg 2 é uma das melhores opções de multiplayer local no mercado.

NOTA: 8/10


O review foi baseado numa cópia de PlayStation 4 fornecida pela Messhof.

Você pode seguir e xingar Felipe Mesquita no twitter

Compartilhe:
  • Danilo Alves Garcia

    Excelente análise, parabéns pelo trabalho.
    Forte abraço.